Informações gerais

Envenenamento por cogumelos

Pin
Send
Share
Send
Send


Cogumelo satânico - cogumelo condicionalmente comestível do gênero Boletus (Boletus), família de boletos (Boletaceae). Nomes válidos: Satanic Bol, Tubiporus satanas. As opiniões dos cientistas sobre o fungo estão divididas. Alguns a consideram venenosa, excluindo a possibilidade de consumo de alimentos, outros remetem o cogumelo à categoria de produtos absolutamente seguros, que, se administrados adequadamente, enriquecerão a dieta e não poderão prejudicar as pessoas.

Características gerais

Uma característica distintiva do cogumelo comestível condicionalmente é a aparência. A tampa cresce de 6 a 25 centímetros de diâmetro. Pintado em um tom de azeitona poroso branco-cinza ou claro. A tampa é carnuda, densa e bastante volumosa. Desenvolve-se na forma de um semicírculo com protuberâncias arredondadas. A própria superfície da tampa é caracterizada por uma textura lisa e seca. A textura pode variar dependendo do tempo: na superfície da lama coberta por uma fina camada de pasta espessa, e à luz do sol torna-se lisa e completamente seca.

Tamanhos da haste do cogumelo: 4-15x3-6 centímetros. O caule é central, ovóide. É para esta parte do corpo da fruta que o fungo perigoso pode ser identificado. Ele é pintado em uma cor vermelha saturada (com um brilho amarelo perceptível) e é caracterizado por um padrão de malha pronunciada que se destaca na superfície.

A polpa de eucariota é densa, pintada de branco. A tonalidade da polpa varia dependendo da localização: é amarela pálida no caule, vermelha na fratura e azul acima. A camada tubular da tampa também tem uma variedade especial de cores: primeiro amarelo, verde, vermelho, verde-oliva, depois azul (azul após tocar o corpo do fungo). Esporo em pó pintado em um tom verde pálido. Os tamanhos dos esporos são 10-16x5-7 microns. A forma da disputa é semelhante ao fuso alongado e alongado. A estrutura é suave, sombra de oliva. Deve-se notar o cheiro fétido dos "velhos" eucariotos, que não só o afastam do uso do fungo, mas também o tocam. Alguns comparam o aroma com o cheiro de alimentos azedos. O sabor do “jovem” borovik é muito mais agradável: uma pluma de cogumelo leve, apimentada e pouco perceptível. O contraste tangível ao cheiro cria um gosto de polpa.

Tentar provar o cogumelo em sua forma crua é estritamente proibido e está repleto de intoxicação alimentar grave.

A paleta de sabores é preenchida com cogumelos brilhantes e notas adocicadas quase imperceptíveis.

O representante de boletos cresce principalmente em solo carbonato. Seleciona florestas decíduas (menos frequentemente - misturadas) de junho a outubro. Cogumelo distantemente satânico se assemelha a um branco tradicional (Boletus edulis). A principal diferença está na sombra da camada tubular e na perna do corpo de frutificação. Os catadores de cogumelos geralmente não prestam atenção a essa nuance e, mesmo sem perceber, testam seu próprio organismo em busca de força.

Cogumelo satânico tem um temperamento mutável. O padrão de malha muda sua cor de amarelo-verde para rosa, a tampa varia de branco para saturado cor do pântano. Com a idade, até mesmo os esporos mudam de tonalidade de amarelo-mel para castanho contrastante. Você precisa conhecer esses "truques" e ser capaz de reconhecer o produto perigoso a tempo.

Ecologia e Distribuição

Os eucariotos crescem bem em florestas decíduas, que são totalmente providas de luz solar. A radiação ultravioleta é um dos principais requisitos do fungo para o desenvolvimento e distribuição normais. Na maioria das vezes, o cogumelo satânico pode ser encontrado ao lado dessas árvores:

Com estas árvores, o boleto cria micorriza (fungo).

A micorriza é uma fusão simbiótica do micélio fúngico com as raízes das plantas superiores (no nosso caso, com árvores da lista). Existem 3 tipos de micorrizas: endotróficas, ectotróficas e ectoendotróficas.

Com micorrizas ectóricas, as hifas do cogumelo satânico torcem a raiz de uma árvore em uma rede densa. No curso de tal fusão, um caso peculiar e tubos de mycorrhiza especiais formam-se. O boleto penetra gradualmente na árvore, mas, ao mesmo tempo, não se espalha nas células.

Na micorriza endotrófica, as células da árvore são afetadas por hifas fúngicas. A principal característica: a penetração ocorre através dos poros, sem afetar a membrana plasmática. O fungo começa a se fundir com a árvore, se desenvolve e cresce dentro da raiz. Grupos inteiros de hifas fúngicas começam a se formar nas células da árvore. Eles são formados na forma de bolas e gradualmente se ramificam dentro da árvore selecionada. Tais formações de bobina são chamadas de buscas.

Quando o ectoendomicorrismo ocorre uma combinação de sinais dos dois processos. Um fungo “se instala” nas raízes da planta hospedeira e pode se mover livremente de um estágio de desenvolvimento para outro.

Para micorrizas de sucesso, o fungo seleciona os solos calcários do sul da Europa, a parte sul da Rússia européia, o Cáucaso, o Oriente Médio e o território sul do Território de Primorsky.

Valor econômico da micorriza

Os cientistas aprenderam a adaptar processos biológicos naturais para várias esferas da existência humana. Por exemplo, inoculantes microbiológicos (liberados durante a micorriza) encontraram sua aplicação na agricultura. Eles ajudam a aumentar o nível de produtividade de muitas plantas cultivadas. Devido às plantas de micorrizas, obtém-se a concentração máxima de líquidos, vitaminas e minerais do solo, o que acaba afetando o desempenho e o rendimento. Os cientistas observam que a concentração de fósforo (P) aumenta especialmente após a micorriza.

Espécies semelhantes

A lista inclui apenas espécies de fungos boletus (Boletus) com poros coloridos e polpa, que fica azul após o contato com o ambiente externo.

Cogumelos não comestíveis não são comidos por causa do sabor amargo que é desagradável para os receptores humanos. Além disso, os cientistas dizem que a maioria deles é perigosa para o nosso corpo e está repleta de intoxicação alimentar grave. As espécies não comestíveis de Boletus incluem:

  • Boletus albidus ou boleto esbranquiçado,
  • Calopus do boleto ou cogumelo inedible,
  • Boletus rhodoxanthus ou boleto rosa-dourado,
  • Boletus splendidus ou um falso tipo de cogumelo satânico,
  • Boletus legaliae ou boletus legal (nome válido - Borovik de Gal).

Também a esta lista estão variedades raras e pouco estudadas de boletos, cujo grau de segurança / toxicidade ainda não foi completamente estudado.

Os cientistas identificam um número de cogumelos, cuja opinião diverge. Algumas pessoas as consideram perigosas e defendem seu status tóxico, outras coletam-nas nas florestas e com paz de espírito alimentariam seus parentes com um lanche de cogumelos em um jantar em família. Espécies comestíveis condicionalmente de Boletus incluem:

  • Boletus luridus ou dubovik de azeitona marrom (distingue-se por um alto gorro castanho-pastel e uma carne azul rapidamente virada durante o contato com o ambiente),
  • Boletus erythopus ou dubovik speckled (cabeça escura rica diferente, a ausência de uma malha pronunciada na perna do corpo da fruta e rapidamente carne azul no decurso do contato com o ambiente).

O grau de toxicidade dos eucariotos

A questão de comer o consumo satânico de cogumelos ainda não está completamente resolvida. Mas os cientistas ainda chegaram a uma opinião unânime: em sua forma bruta, o boleto é incrivelmente perigoso e tóxico. Segundo pesquisas científicas, um pequeno pedaço de polpa, cujo peso não excede 1 grama, contém uma alta concentração de veneno. Pode causar severa indigestão do sistema digestivo, na qual alguns pacientes necessitam de hospitalização.

Os cientistas foram divididos em dois grupos: alguns acreditam que a concentração de veneno diminui para condicionalmente segura após a fervura prolongada, outros argumentam que as toxinas não desaparecem em qualquer lugar e mesmo após o tratamento térmico pode prejudicar uma pessoa.

É possível comer cogumelo satânico

Países europeus como a República Tcheca e a França reconheceram o boletus satânico condicionalmente comestível, regulam sua coleta e permitem que seus cidadãos comam o produto desejado. Mas nem todo mundo aprova essa política. Por exemplo, o autor do livro "Cogumelos" (Le Grand Livre des Champignons), Gerard Oudou, descreve Tubiporus satanas como um componente perigoso que leva não só à intoxicação alimentar, mas também à morte. Os livros de referência italianos também se referem ao fungo satânico como produtos alimentares tóxicos que não podem ser comidos sob nenhuma circunstância. Os italianos estão inclinados a acreditar que o tratamento térmico não afeta o grau de toxicidade, então eles impuseram a proibição da coleta e uso de boletos.

Dada essa opinião ambígua da comunidade científica, o uso de um cogumelo satânico é melhor recusar. Mesmo o tratamento térmico prolongado por 10 horas ou mais não pode fornecer garantias absolutas e garantir a máxima proteção para o corpo humano. Não sacrifique sua própria saúde e a condição de seus entes queridos.

A Organização Mundial de Saúde afirma que 10 gramas da polpa do fungo satânico podem causar a morte de uma pessoa adulta saudável. A causa da morte está na parada cardíaca e paralisia do sistema nervoso. A exposição a componentes nocivos de eucariotos pode levar a sufocamento, porque o sistema respiratório simplesmente não pode funcionar normalmente.

Não conduza experimentos perigosos e coma apenas os cogumelos que são permitidos oficialmente, são comestíveis e absolutamente seguros para a saúde. Mas não perca a vigilância e verifique a qualidade do produto consumido, mesmo em supermercados com produtos embalados. Verifique o nome do fungo, seu certificado de qualidade, período de implantação, cheiro e aparência. Lembre-se que pode envenenar-se não só condicionalmente comestível, mas também cogumelos ordinários, que vemos nas prateleiras todos os dias.

Sinais de envenenamento por cogumelos

Os primeiros sinais de envenenamento podem ocorrer mais de 2 horas após uma refeição. Esteja alerta e não ignore os sintomas perigosos.

Os primeiros sintomas óbvios são náuseas e vômitos. Não tenha pressa para desligar - isso não é excessos, mas sim verificar o pulso / temperatura, a fim de verificar a causa do mal-estar. Após o envenenamento, a pessoa tem um pulso fraco e um aumento acentuado da temperatura corporal. Depois de algum tempo, uma diminuição no desempenho começa, uma sensação de frio nos membros, dor aguda no abdômen.

O envenenamento pode provocar um agravamento de doenças do trato gastrointestinal, que estavam em remissão.

Dor abdominal intensa alternada por diarréia. Em casos graves, uma pessoa terá que visitar o banheiro mais de 15 vezes por dia.

Quando envenenado por produtos excessivamente tóxicos (como um fungo satânico), uma pessoa pode desenvolver delírios, alucinações e uma doença que beira a insanidade. Além disso, um fungo tóxico pode causar o desenvolvimento de uma doença grave - o botulismo. A doença é repleta de dor de cabeça permanente, dificuldade em engolir, deterioração da visão, boca seca, náuseas e vômitos persistentes, fezes prejudicadas e cólicas freqüentes.

Se você tiver esses sintomas, você deve consultar imediatamente um médico para obter ajuda oportuna e não permitir que a infecção se espalhe por todo o corpo.

Primeiros socorros

Primeiros socorros para intoxicação por cogumelos consiste em um conjunto de manipulações mais simples. A primeira regra é chamar um médico. Quanto mais cedo você fizer isso, menos você terá que se expor à dor e suportar mudanças desagradáveis ​​dentro de seu próprio corpo. Não há necessidade de heroizar e ir para o hospital sozinho. É melhor observar o repouso no leito e tentar relaxar o máximo possível antes da chegada da ambulância. Tome uma posição confortável, beba carvão ativado e tente consumir tanto líquido útil quanto possível (água fria filtrada, chá frio forte). Se todas as ações são realizadas corretamente e em tempo hábil, então as ações competentes do médico irão prepará-lo no dia seguinte.

Se o fungo era muito tóxico, o tratamento pode demorar vários dias ou até semanas. Cuide-se e tenha cuidado na sua jornada gastronômica diária.

Sinais especiais

Este membro da família borovik, envelhecido, adquire um odor característico que se assemelha ao fedor de carniça ou alimentos ácidos. Mas o caldo jovem cheira muito melhor - em sua pluma agradável cogumelo e notas picantes são misturadas.

Esta espécie de boleto é caracterizada por uma incrível capacidade de adaptação, mutação e imitação. Ele pode imitar uma variedade de companheiros - comestíveis e condicionalmente comestíveis. Só porque esse pretendente raramente é encontrado em nossas florestas, eles raramente são envenenados.

Onde está crescendo?

O cogumelo prefere florestas decíduas leves. Gosta de crescer nos matagais de aveleira, debaixo de carvalhos e faias, entre as limas e castanhas. Distribuído no sul da Rússia, no Cáucaso e no Oriente Médio, no sul da Europa. Ela cresce desde o início do verão até outubro. Solo favorito - calcário.

Nas florestas russas, felizmente, a doença de Satanás é um raro habitante. Isto é confirmado pela ausência de numerosos nomes. Nas espécies mais comuns, como regra, dezenas de nomes inventados pelo povo. Entre os poucos nomes desse cogumelo está a doença de Satanás. Do latim "bolt" é traduzido como "boletus".

Como distinguir de Dubovik comestível?

Os colhedores de cogumelos experientes nunca confundirão uma característica de floresta com um verdadeiro boleto comestível, mas com a sua variedade - dubovik marrom-oliva, facilmente.

Diferenças pelas quais dois fungos similares podem ser distinguidos. Em dubovik marrom-oliva:

  1. Chapéu. Aveludado. Cor - azeitona escura ou marrom-amarelada.
  2. A carne. Cor de limão. No intervalo, ele imediatamente fica azul e não gradualmente, como no boleto satânico.

Dubovik é comestível, mas consumido cru, pode causar dispepsia. E em combinação com o álcool fica venenoso.

Comestível ou não?

Na Rússia, os catadores de cogumelos consideram a “linha florestal” como sendo exclusivamente venenosa e não são levados para o cesto. Mas na Europa eles não desdenham. Ele está na classificação de cogumelos do século passado - condicionalmente comestível. Então, depois de um certo processamento pode ser comido.

Para neutralizar venenos, você precisa de uma imersão de dez horas. Depois de tanto tempo deitado na água, a carne do cogumelo fica sem gosto. Mas se você não mergulhar em água fria, uma derrota tóxica espera por você:

Experimentar a polpa crua do cogumelo satânico é estritamente proibido - envenenamento sério é possível. Para neutralizar as toxinas, é necessário ferver o fungo por pelo menos 10 horas.

Em vários países da Europa Central, os apreciadores de gourmets extremos consideram o traço da floresta não apenas um alimento digestível, mas também “muito” delicioso. Mas é melhor ouvir os micologistas - cientistas que estudam o reino dos cogumelos. Eles argumentam que se esse cogumelo, semelhante ao boleto, e não letal, é extremamente venenoso. Eles são ecoados pelos médicos de ressuscitação, cuja experiência vale a pena ouvir.

Na República Checa e na França, esse perigoso representante do reino dos cogumelos é praticado. Mas o debate sobre a toxicidade desse fungo ainda não acabou.

Como dar primeiros socorros?

Se o tempo para tomar um conjunto de medidas simples, as graves conseqüências do uso de fungo satânico venenoso podem ser evitadas:

  1. Chame um médico. Não, superando a si mesmo, vá para o hospital. Deite-se e espere os médicos virem. Relaxe e não saia da cama.
  2. Enquanto os médicos estão dirigindo, beba carvão ativado.
  3. Beba líquidos mais frios - água filtrada e chá forte.

Esperando por cuidados médicos, você pode lavar o estômago com solução de carbonato de sódio. Por litro de água, tome 2 colheres de chá de refrigerante.

Com todas as medidas de primeiros socorros e tratamento adequado, depois de um dia você será colocado em seus pés. O grau de envenenamento depende da toxicidade de uma determinada amostra - se muito veneno entra no corpo, o tratamento pode ser adiado por semanas.

Uso prático

O boleto satânico, crescendo sob as árvores "favoritas", forma um tecido especial - a raiz do fungo. Na ciência, é chamado de micorriza. Uma certa forma de micorriza é capaz de trançar o sistema radicular das árvores, formando uma espécie de cobertura. Boletos venenosos, enraizamento de raízes lenhosas, penetram nas estruturas internas da madeira. Bolet é capaz de se fundir com a árvore, ela se desenvolve e cresce dentro das raízes.

A micorriza é de importância econômica. Os cientistas aprenderam a isolar inoculantes microbiológicos dele. Eles são usados ​​na agricultura - para aumentar os rendimentos. Graças à micorriza, as plantas obtêm o máximo de nutrientes e umidade do solo.

Em nosso país, a atitude em relação ao cogumelo satânico é inequívoca - é venenosa e, portanto, não pode ser colhida, e muito menos cultivada. Sua aplicação no nível da microbiologia é limitada pelo laboratório e não é generalizada.

Assista ao vídeo: Jt - Super Cogumelo 2 Bruno Moraes (Fevereiro 2023).

Загрузка...

Pin
Send
Share
Send
Send