Informações gerais

Abelha

Pin
Send
Share
Send
Send


Todos, pelo menos uma vez na natureza ou no jardim em um dia quente de verão, devem ter ouvido um zumbido firme e comercial entre flores e plantas. Isso significa que um pequeno trabalhador de mel, uma abelha, está voando em algum lugar próximo. A estrutura do corpo dela é o assunto do material de hoje.

Classificação e benefícios

De acordo com a classificação aceita, esse inseto pertence ao tipo de artrópode, a ordem dos himenópteros. Os parentes mais próximos são vespas e formigas. Habitat - campos, bordas, jardins, prados. Hoje, graças às atividades humanas, as abelhas estão espalhadas por todo o mundo. Pegando sua criação, uma pessoa recebe produtos valiosos. E isso não é só mel, mas também outros produtos: pólen, geléia real, própolis, cera de abelha. Todos eles são de valor particular e são amplamente utilizados na medicina popular e tradicional. Atualmente, mais de 20 mil espécies desses insetos são conhecidas pela ciência. Uma das mais comuns é a abelha.

Características gerais

O comprimento do corpo de abelhas que trabalham, aqueles que podemos ver na natureza, é de até 16 milímetros. Eles não vivem por muito tempo - até dois meses. O comprimento do corpo da abelha rainha é de 22 centímetros. Útero vive até 7 anos! Qual é a estrutura de uma abelha? Normalmente nós a reconhecemos por um corpo desgrenhado cercado por listras amarelas e pretas. A estrutura externa de uma abelha de qualquer espécie, incluindo uma abelha, tem algumas características comuns, as quais discutiremos com mais detalhes. Quais são as características do corpo dela?

A estrutura do corpo da abelha, como todos os insetos, começa com o esqueleto externo. Isto é, grosso modo, a abelha do lado de fora tem uma pele que é dura e razoavelmente complexa. O esqueleto serve tanto para fixação, suporte dos órgãos internos e músculos, quanto para proteção dos órgãos internos contra efeitos e impactos externos adversos. Fora do corpo é coberto com vários pêlos. Eles diferem em forma e propósito. Muitos deles executam as funções dos sentidos. Alguns servem para limpeza. Além disso, a estrutura do corpo de uma abelha é caracterizada pela presença de várias partes que estão conectadas de forma móvel. Esta é a cabeça, peito, abdômen.

Esta é uma caixa bastante sólida. Contém os sentidos e o sistema nervoso do inseto. Na cabeça e nos olhos estão localizados. Há cinco deles na abelha. Dois convexos, complexos, facetados, que estão nas laterais da cabeça, em ambos os lados. Eles consistem em muitos pequenos olhos. E na coroa há olhos simples (três em número). Segundo os cientistas, a abelha não os vê muito bem. Só consegue distinguir os contornos dos objetos. Mas ainda acontece de ser necessário para melhor orientação no terreno quando uma abelha voa.

A estrutura da cabeça continua com um par de antenas. Cada um deles consiste em segmentos e flagelos. A abelha operária possui 11 segmentos na antena, o que permite que ela se mova em várias direções de forma bastante livre. Aqui estão os órgãos do toque, que usa uma abelha.

A estrutura da cabeça das abelhas operárias é diferente da estrutura da cabeça do útero ou drone. Então, o último tem uma cabeça arredondada, enquanto a cabeça do trabalhador é bastante triangular.

Na parte inferior da cabeça, há uma abertura oral e lábio superior, bem como mandíbulas superiores quitinosas com músculos poderosos. Com a ajuda desses dispositivos, uma abelha pode literalmente morder uma árvore ou um favo de mel, pegar uma partícula para tirar da colméia, morder a abelha de outra. E na parte de trás da boca são colocados a mandíbula e o lábio inferior, formando um dispositivo complexo - probóscide. Centrado em torno da língua, eles formam o órgão com o qual a abelha suga a comida: mel, néctar, água. O probóscide é um órgão muito importante da abelha. Com ele, o inseto coleta gotas de néctar. Na Rússia, as abelhas têm um comprimento desse órgão de 5 a 7 mm. O tronco mais longo é a abelha caucasiana. A estrutura de sua probóscide é a mesma que a da Rússia Central, mas seu comprimento atinge mais de 7 milímetros. Os cientistas atribuem esse fato às peculiaridades das plantas que crescem no Cáucaso.

A estrutura da abelha continua até o tórax, que é conectado à cabeça com um filme de anel de quitina. Como resultado de tal conexão, ela pode se mover em direções diferentes, o que é essencial para o trabalho frutífero de flores e colmeias. A cobertura do tórax do esqueleto quitinoso inclui quatro anéis, firmemente interligados. As pernas do inseto se afastam desses anéis, as asas membranosas estão embutidas aqui, que, aliás, são o órgão mais frágil da abelha. Segundo os cientistas, a principal causa da morte de insetos industriosos é seu desgaste. Na região torácica são colocados e músculos fortes que causam o movimento das asas.

No abdômen, sob o durável esqueleto da quitina, estão os principais órgãos internos da abelha: coração, intestinos, órgãos respiratórios e excretores, genitais. O abdome consiste em seis a sete anéis. Este último forma o anel anal anal. Cada segmento da borda frontal ultrapassa a borda do anterior. Juntos eles são conectados por um filme quitinoso, fino e elástico. Como resultado, a barriga pode ser móvel e aumentar ou diminuir em volume. No abdômen são glândulas que produzem cera. No final do abdômen há um órgão de proteção contra insetos - a picada.

Pernas: características estruturais

A abelha, como muitos insetos, tem três pares de pernas, que consistem em segmentos e são muito móveis. Eles podem girar em direções diferentes, anexando a um segmento especial-cox. Cada membro termina com uma garra. As pernas dos insetos destinam-se principalmente a andar, por sustentar o corpo, mas também têm funções adicionais: limpar as antenas e o corpo, por exemplo. Ao caminhar, uma abelha (em relação às proporções de seu corpo) pode desenvolver uma força tremenda. Os cientistas estimam que este inseto é capaz de transportar uma carga 20 vezes o seu próprio peso.

Limpar os cabelos sensíveis no corpo da abelha também é importante. Afinal, existem órgãos de sentido que são responsáveis ​​pela atividade vital do trabalhador durante o vôo e a coleta do néctar. Limpando esses órgãos, a abelha recebe mais informações. E ela faz isso com a ajuda de pernas articuladas móveis que podem atingir lugares poluídos.

Características da estrutura, desenvolvimento e organização

As abelhas são insetos sociais que vivem em grupos. Para este tipo de abelhas, a formação de famílias é característica, cada uma das quais consiste de centenas de drones (machos), várias dezenas de milhares de fêmeas estéreis (indivíduos que trabalham) e uma abelha rainha, que deixa descendentes e é capaz de depositar até 2.000 ovos por dia. Os membros de uma família diferem em estrutura (ver foto) e funções que desempenham, mas todos os indivíduos estão interligados e não podem existir um sem o outro.

A estrutura da colônia de abelhas e as características de seus membros

A composição da colônia de abelhas pode variar durante o ano, que é determinada principalmente pelas condições climáticas e pela presença de pólen e néctar (alimento) em diferentes períodos.
As abelhas vivem no ninho, que está localizado na colméia construída pelo homem. Eles usam favos de mel para dobrar alimentos e cultivar ninhada, o que eles fazem usando a cera que eles produzem. As abelhas coletam néctar e pólen apenas em um período favorável ao florescimento de plantas que produzem mel, ao mesmo tempo em que também separam os alimentos de que necessitam para sua existência. O pico de atividade recai sobre o período de floração em massa das plantas de mel, enquanto, ao mesmo tempo, diminui o trabalho de coleta de abelhas.

Estágios de desenvolvimento de abelhas

A ontogênese (desenvolvimento individual do organismo) das abelhas inclui duas fases: embrionária e pós-embrionária. Cada um deles é dividido em vários estágios (estágios), que diferem em sua duração (Tabela 1).

O estágio embrionário inclui todos os processos que ocorrem dentro do ovo e dura cerca de 3 dias. O ovo unicelular, como resultado das transformações em curso, torna-se um organismo multicelular de pleno direito - a larva. A larva é subsequentemente libertada das membranas germinais e do córion (casca secundária do ovo) e apaga-se.
Após a eclosão da larva, inicia-se a fase de desenvolvimento pós-embrionário da abelha, acompanhada de uma completa metamorfose (transformação). O tipo completo de metamorfose é caracterizado pela presença de um estágio intermediário - a pupa, na qual a larva gira.

A fase de pupa termina com a queda da pele e o aparecimento de uma abelha praticamente formada, que difere da madura com uma cobertura quitinosa mais macia e a presença de muitos pêlos no corpo. Nos termos mais gerais, a estrutura da abelha é apresentada na figura.

Os órgãos do movimento. O movimento das abelhas é realizado com três pares de pernas (frente, meio e retaguarda), além de dois pares de asas (frente e verso).
Órgãos dos sentidos As abelhas têm uma visão bem desenvolvida, é representada por dois olhos complexos ou facetados e três simples. Os órgãos do olfato, paladar, audição e tato estão pior desenvolvidos.
Proteção contra inimigos. Para proteger o útero e as abelhas que trabalham, use a picada, que faz parte do aparelho pálido, localizado na câmara da picada no último segmento do abdômen.

Classificação de abelhas

Até hoje, a questão do número de abelhas pertencentes ao gênero é considerada controversa (lat. Apis) espécies (em diferentes épocas, os cientistas identificaram de 6 a 24 espécies). Atualmente, dados moleculares mostram a presença de 10-11 espécies do gênero. Apisum dos quais é Apis mellifera l. (abelhas).
Existem várias raças (raças) das abelhas (Apis mellifera L.), que diferem em suas características biológicas e morfológicas.
Uma das mais famosas são as raças:

  • Italiano,
  • Estepe ucraniana,
  • Bakfast,
  • montanha cinza branca,
  • Cárpatos,
  • Russo Central.

Características comparativas das raças de abelhas melíferas são apresentadas na tabela 2.

Abelhas silvestres

Além das abelhas domésticas, existem também as selvagens, que se distinguem pela sua morfologia e biologia. Eles são mais eficientes, resistentes e resistentes ao inverno, têm um caráter muito agressivo. A qualidade do mel que eles produzem, que é chamado de “borteva” (da palavra “bort” - a cavidade da árvore na qual as abelhas silvestres vivem) também difere. Comparado com o mel obtido de abelhas domésticas, o mel da colmeia tem grandes propriedades benéficas, pois tem tempo para amadurecer completamente.
Todos os anos, o número de abelhas silvestres diminui, o que é principalmente devido a fatores antropogênicos que têm um impacto negativo na vida das abelhas.

É possível determinar qual abelha é a mais abelhinha?

Infelizmente, não é possível descobrir qual raça de abelhas é a mais saborosa, uma vez que existem muitos fatores que influenciam a quantidade de mel produzida (condições climáticas, a atividade de uma abelha, etc.).

Abelhas de colmeia

Abelhas de colmeia são indivíduos jovens, trabalhando apenas dentro de sua casa, suas funções incluem:

  • Alimentando as larvas.
  • Construindo um novo favo de mel.
  • Mantenha a temperatura ideal.
  • Tomadas de limpeza e ventilação.
  • Tomando o néctar das abelhas de verão e processando-o em mel.
  • Isolamento de paredes com própolis.

Então, das abelhas das colmeias, elas se transformam em abelhas de verão.

Abelhas de verão

Abelhas de verão não vivem muito tempo, cerca de 8 semanas. Nos primeiros 10 dias eles não conseguem comer de forma independente, e comem apenas pólen, mas quando crescem e se tornam chefes de família, suas glândulas alimentares estão bem desenvolvidas. Abelhas de verão voam para o campo no dia 15 de sua vida, e algumas mais cedo. Além do néctar e do pólen, eles também coletam o mel de plantas.

Uma família de abelhas carregando mel na colméia consiste de 10.000 a 50.000 indivíduos, às vezes esse número cresce para 100.000 abelhas trabalhando graças à abelha-rainha. Abelhas que trabalham em suas casas constroem ninhos, sem os quais não teriam vida. É nos ninhos que o pólen, o néctar, o mel é armazenado, a ninhada cresce, etc.

No centro do ninho (ocupado pela cria) a temperatura ótima é sempre mantida, o que é necessário para o desenvolvimento adequado dos ovos. Quanto mais forte a colônia de abelhas, quanto maior o volume do ninho que ocupa, maior a diferença de temperatura ao redor das bordas e no centro.

Em torno do ninho são favos de mel, construídos de cera, a cera se destaca das glândulas de cera da abelha, que eventualmente se solidifica na forma de placas. As abelhas passam a vida inteira entre as placas (favos de mel). Em uma família saudável, o ninho é limpo, seco e cheira bem.

Existem 3 departamentos em células na forma de células para diferentes processos:

  1. Abelhas que são usadas para abelhas operárias. Há também armazenado perga e mel.
  2. As células dos drones, nas quais os drones crescem, também têm mel.
  3. As células uterinas são temporárias, que as abelhas operárias constroem para extração uterina. Assim que o processo termina, as abelhas as roem.

Colônias de abelhas pululam em torno de abril ou maio quando ocorre o aquecimento. Assim, eles se reproduzem em condições naturais. Famílias em uma sala pequena pululam com muito mais frequência do que em grandes e espaçosas. Enquanto a ninhada cresce bem e as abelhas operárias estão ocupadas alimentando as larvas, a enxameação está ausente. Acontece num momento em que muitas abelhas são recrutadas.

Se houver nutrientes suficientes no corpo dos insetos e sua fisiologia não mudar, não haverá enxame.

  • movendo os insetos para um lugar legal onde eles vão usar muita energia
  • carregar as abelhas alimentando a ninhada,
  • despeje uma grande quantidade de xarope de açúcar para processamento,
  • para transferir as abelhas para um trabalho aprimorado de verão.

Ao realizar os métodos, você pode conseguir a deposição de enxameação "para depois" ou impedi-lo completamente. O excesso de nutrientes no corpo também não é bom, o enxame começará.

Assim que as abelhas conectam as primeiras células-rainha, algumas das abelhas voam para fora da colméia com a velha abelha-rainha. Se o tempo estiver ruim, a partida pode ser adiada por vários dias. Muito antes da partida, as operárias voam em busca de um novo local de residência, estão procurando caixas, decks leves, que os apicultores penduram especialmente para o bando de saída.

Após a enxameação, as abelhas trabalham muito melhor do que as famílias comuns. Isto é devido ao fato de que no enxame há principalmente abelhas jovens que ou não fizeram nada no antigo ninho ou simplesmente ajudaram a alimentar as larvas. Os juvenis começam a trabalhar bem na construção de favos de mel, na coleta de mel, na alimentação das larvas e na preservação do mel.

Manutenção e Cuidado

Cuidar das abelhas é um trabalho duro e responsável. Precisamos de uma riqueza de conhecimento e de sua constante expansão para poder sair e alimentar adequadamente as abelhas. As abelhas reprodutoras são um processo demorado, porque na primavera e no verão levará pelo menos 8 horas por semana para cuidar das colméias. Apicultores experientes lidam com muito mais rapidez.

Você não precisa comprar imediatamente muitas abelhas, apenas 6 famílias são suficientes, e então você pode expandir.

Pegue um lugar para instalar as colmeias deve ser corretamente, deve ser o mais próximo possível do habitat natural do enxame de abelhas. Recomenda-se colocar um apiário perto de um arranha-céu, ou um feixe espaçoso, mas é necessário estabelecer a direção do vento e certificar-se de que o vento não interfira com as abelhas e não sopre fortemente em suas casas. Também é importante que tantas plantas de mel estejam localizadas dentro de um raio de 2 km do apiário.

As colmeias devem estar a uma distância apropriada umas das outras, a distância entre as casas deve ser de cerca de 4 metros, e entre as linhas deve ser uma distância de 6 metros. Se o local não permitir que colmeias sejam colocadas desta forma, um alinhamento mais próximo é aceitável. Em uma área limitada, o conteúdo das abelhas nas colmeias envolve 15 famílias em uma área de 3 a 5 metros.

Casa arranjo

Os apicultores sabem o quão importante são as colméias de alta qualidade - elas protegem as abelhas do clima e permitem que elas organizem adequadamente o sustento do enxame.

Colmeias modernas podem ser compradas em uma loja especializada. Elas podem ser estreitas ou estreitas, dentro das quais são estruturas quadradas ou retangulares. Neles a prole se desenvolverá e será mel. Tais colônias podem ser para uma colônia de abelhas ou para várias.

A forma da estrutura pode ser vertical ou horizontal. O primeiro é um design de várias camadas, em cada camada estão localizados de 10 a 14 quadros. Um design horizontal pode se expandir para qualquer tamanho adicionando gabinetes.

Cuidados de primavera

Para o apicultor, a primavera é a época mais difícil, porque ele precisa criar todas as condições para a vida e o desenvolvimento no período de primavera-verão, depois do inverno. Primeiro de tudo, é necessário aumentar o número do enxame e fortalecê-lo.

Imediatamente após o final do inverno, você deve inspecionar cuidadosamente a colmeia, ela deve estar seca, limpa e quente. Você também precisa prestar atenção aos estoques de mel - esta é uma das condições importantes para a sobrevivência da família. Você precisa de 8-10 kg de mel e 2 quadros de perga para uma família.

Além da comida, as abelhas devem ter acesso constante à água, graças à qual produzem alimento larval. Se não houver água, as abelhas procurarão poças e poderão morrer em vôo. Для хорошей яйцекладки и большой выживаемости приплода, матке необходимо закладывать с наступлением весны новые соты. Ведь самостоятельно пчелы смогут изготавливать соты лишь через месяц после наступления тепла.

Основные принципы мероприятий по уходу за пасекой весной:

  • сокращение слабых пчел ранней весной,
  • утепление сильных особей, оставшихся в улье,
  • fornecendo insetos com alimentos e a adição constante de alimentos para alimentar a ninhada,
  • criando novas rainhas.

No verão

Quando as abelhas estão prontas para enxamear, o período de verão de partida começa, durante este período, é necessária maior atenção do apicultor. É importante entender que é impossível tirar mais de um enxame de uma colmeia. O primeiro enxame voa para fora da colméia apenas em boas condições climáticas. O enxame gira em torno da localização do enxame, o apicultor espera por eles para pousar e, em seguida, realiza uma série de manipulações:

  • o apicultor deve pegar a colher e pegar as abelhas com cuidado, liberando-as em enxames,
  • se as abelhas não querem voar para enxame, elas são intimidadas pelo fumo,
  • A capacidade total é deixada por uma hora em um quarto escuro, até que eles se acalmem, se isso não acontecer, então isso significa que há dois úteros ou nenhum.

De junho a agosto vêm os principais subornos, durante os quais as abelhas coletam néctar e pólen dentro do raio útil. Durante este período, é melhor limitar as abelhas a partir da construção de favos de mel, forçando o espaço livre a ser encerado. Neste caso, os insetos se concentrarão inteiramente na coleta de estoques.

Em agosto, você deve verificar a disponibilidade das abelhas para o inverno, atenção especial deve ser dada à parte central do ninho. Se houver mel lá, é cortado e um buraco é colocado no seco de reposição. Se houver rachaduras, elas devem ser cobertas com argila.

No outono

No outono, uma preparação completa para o inverno está acontecendo, os estoques de mel nos ninhos são verificados, e a qualidade do mel também está sendo verificada. Para verificar a qualidade do mel, uma pequena amostra de massa é retirada e misturada 1: 1 com água. Se depois de dissolver-se protuberâncias na forma de flocos aparecem, significa o mel. Eles devem ser removidos da colméia e definir uma estrutura de qualidade. Para que a família sobreviva bem ao inverno, você precisa usar uma isca adicional na forma de xarope de açúcar.

No outono, o útero antigo é substituído pelos jovens, mas é importante decidir se deve deixar a prole ou não. Em algumas regiões, com mudanças bruscas de temperatura, indivíduos fracos podem não sobreviver. Depois de todas as manipulações, a preparação para o inverno começa em três etapas:

  1. De todos os quadros, apenas 2 com ninhada e mel se destacam, eles se aproximam da partição.
  2. Há otvodki se movendo com o útero de reposição.
  3. É necessário controlar a situação até que todos os quadros estejam presos por todos os lados.

No inverno

Abelhas inverno em casas de inverno especiais, e dependendo de como eles hibernam tal e haverá uma produtividade e viabilidade na temporada subseqüente. Portanto, é importante criar todas as condições para um bom inverno.

A umidade da sala deve ser de 80%, se esses indicadores aumentarem, então é necessário prestar atenção à ventilação. Também é impossível que tenha diminuído bastante, pois os insetos simplesmente morrem de sede. Você pode levantá-lo, pendurando toalhas molhadas sobre o zilovnik.

O mesmo se aplica à temperatura ambiente, deve ser de 0 a +4 graus. Se a temperatura cai, então o quarto deve aquecer-se, mas se ao contrário subir, então é necessário instalar a ventilação.

Além disso, deve-se tomar cuidado para que não haja luz forte e ruído forte, porque as abelhas podem voar para fora, o que é altamente indesejável.

Uso de abelhas

Os benefícios das abelhas são muito altos e diversos. Insetos fornecem mel útil e nutritivo, bem como cera que vai para finalidades diferentes. O mesmo se aplica ao veneno de abelha, ele é usado para tratar certas doenças. Insetos polinizam muitas plantas, o que as afeta positivamente.

As abelhas são os insetos mais úteis para os seres humanos, que vivem no planeta, porque todos os produtos da apicultura são antibióticos naturais. Ao contrário das drogas que matam a microflora humana, os produtos da apicultura impedem a reprodução de microorganismos patogênicos.

Enquanto a abelha está viva, traz as seguintes substâncias benéficas:

Mesmo com o corpo de uma abelha morta, faça tinturas de cura.

Mel

Mel tratar distúrbios gastrointestinais, doenças infecciosas e resfriados. Com o uso diário de mel, a dependência do álcool desaparece, portanto os apicultores alcoólicos não podem ser encontrados.

Cera

O produto é muito valioso, usado em aplicações industriais. Com base na cera de abelha, são criados vários cremes e produtos farmacêuticos. Para evitar resfriados, é recomendável mastigar cera.

Leite

Um produto exclusivo que contém muitos elementos traços. A abelha de trabalho vive até 30 dias, o útero pode viver até durante 6 anos, pondo muitos ovos. Alimenta-se exclusivamente de geleia real. Também é usado para tratar muitas doenças, mesmo graves. Como obter geléia real, leia aqui.

Própolis

Eles fazem tinturas a partir de própolis e tomam em forma pura. Eles são tratados com queimaduras, congelamento, tuberculose, úlceras. Leia mais sobre as propriedades curativas da própolis, leia aqui.

Nos últimos cem anos, cerca de metade das espécies de abelhas morreram, se continuar assim e todas as abelhas morrerem, as pessoas morrerão, porque não terão oxigênio suficiente nem tratamento tradicional.

Assista ao vídeo: Captura de Abelhas APIS (Julho 2020).

Загрузка...

Pin
Send
Share
Send
Send